Município

A+ A A-
Você está aqui:Município»“Esse rio que era Douro” de Manuel Caetano de Oliveira

“Esse rio que era Douro” de Manuel Caetano de Oliveira

Classifique esta informação
(0 votos)

“Esse rio que era Douro” é o título do livro apresentado, no dia 9 de dezembro, pela Câmara Municipal de Cinfães. Da autoria de Manuel Caetano de Oliveira, a obra é uma compilação dos múltiplos artigos publicados na imprensa regional pelo autor ao longo de mais de 4 décadas. A apresentação decorreu no Cais de Escamarão, em Souselo, terra Natal do escritor. A sessão esteve a cargo do presidente da Câmara de Cinfães, do presidente da Junta de Freguesia de Souselo, do Dr. Simão Cardoso e do Dr. Adalmiro Fonseca. Familiares e amigos marcaram presença nesta cerimónia abrilhantada por vários momentos de homenagem através da música, da dança e da poesia.

“Manuel Caetano de Oliveira é um cinfanense que fez caminho na vida pública, quer na atividade política e social, quer nas letras. As suas crónicas recordam e dão a conhecer as figuras típicas, o retrato da alma humana, a denúncia dos males sociais e as tradições antigas e as atividades comerciais sobretudo as que estão ligadas ao Douro, «Esse rio que era Douro»”, referiu o presidente da Câmara de Cinfães, sublinhando que “a sua escrita é rica em cultura, tradições e constitui um belíssimo documento sobre a língua portuguesa”.

Armando Mourisco lembrou “o amigo” Manuel Caetano de Oliveira frisando que “era um homem conhecedor da cultura popular e das tradições de uma região rica em gentes e cultura”.

A Câmara Municipal de Cinfães ao editar «Esse rio que era Douro» pretende, nas palavras do autarca cinfanense, “preservar, guardar o que anda disperso e dar a conhecer, especialmente aos mais novos, este património natural e de importância primordial para o Concelho, assim como o cultural preservando-o na memória coletiva”.

Editado pela Opera Omnia, o livro patrocinado pelo Município de Cinfães, resulta de uma seleção de textos que esteve a cargo de Adalmiro Fonseca, Afonso Monteiro e Simão Cardoso, este último também responsável pela organização e transcrição dos mesmos. A primeira revisão do livro ainda foi realizada pelo próprio autor que faleceu aos 93 anos com uma “visão única e extraordinária de um rio, de uma terra e de um povo”.

Você está aqui:Município»“Esse rio que era Douro” de Manuel Caetano de Oliveira

Contactos

MORADA
Câmara Municipal de Cinfães - Paços do Concelho
4690-030 - Cinfães

TELEFONE: Geral - 255 560 560

HORÁRIO: 09h:00 - 17h:00

SÍTIO: www.cm-cinfaes.pt

EMAIL: geral@cm-cinfaes.pt