Cultura

A+ A A-
Você está aqui:Cultura»“Poesia de um fingidor de poeta” apresentado na Biblioteca Municipal

“Poesia de um fingidor de poeta” apresentado na Biblioteca Municipal

Classifique esta informação
(0 votos)

“Poesia de um fingidor de poeta” é o título do último livro do cinfanense António Salazar S. Galhardo que foi apresentado, no dia 10 de maio, na Biblioteca Municipal de Cinfães.

Natural da freguesia de Nespereira, o autor conhecido pelo livro “A ponte caiu-me em cima – A tragédia de Entre-os-Rios”, é professor aposentado e co-autor do Hino da Liga dos Bombeiros Portugueses.

O livro lançado pela Chiado Editora tem prefácio da professora Marina Granja que durante a sessão deixou bem vincada a ideia que foi difícil falar do professor Salazar por serem muitas as virtudes a elencar, mas, simultaneamente, fácil porque “falar do Salazar enquanto ser humano, as palavras saem ao teclar”.

Para a autora do prefácio, que se diz conhecedora das qualidades de “bom escritor do Salazar”, até pela velha e boa amizade que a liga a este colega de profissão, este livro “prenhe de tanto amor, tanta dávida, é um raio de sol no crepúsculo deste estádio de vida”.

A apresentação do livro coube ao vice-presidente do Município e também vereador da Cultura. Serafim Rodrigues mostrou-se grato e lisonjeado pelo convite do autor dando depois nota do que sentiu ao ler este livro.

Ao perpassar os poemas, o responsável pela Cultura enquadrou-os em 4 vertentes: o poeta que vive as origens; o homem que se coloca ao serviço dos demais; o homem atento ao mundo; e o pai que vive a família.

Nas palavras do autor “a melhor forma de mostrar os sentimentos é através da poesia”.

Para o professor António Salazar “fazer versos é uma espécie de presente”, acrescentando que “a poesia pode ser boa ou má, mas, mesmo nem sempre conseguindo passar para o papel o que desejo e como desejo, transmite-me uma enorme satisfação, porque é algo que sai do mais profundo do meu ser.

Cada poema - muitos feitos por impulso - é um pouco de mim.

O conjunto dos poemas sou eu. Tenho esta certeza: podem matar o poeta, mas a sua obra sobreviverá”, rematou o autor que, na apresentação do seu livro, juntou familiares e amigos que terminaram a sessão com um verde de honra oferecido pela Câmara Municipal.

Você está aqui:Cultura»“Poesia de um fingidor de poeta” apresentado na Biblioteca Municipal

Contactos

MORADA
Câmara Municipal de Cinfães - Paços do Concelho
4690-030 - Cinfães

TELEFONE: Geral - 255 560 560

HORÁRIO: 09h:00 - 17h:00

SÍTIO: www.cm-cinfaes.pt

EMAIL: geral@cm-cinfaes.pt