Economia

A+ A A-
Você está aqui:Economia»Câmara manifesta desagrado quanto aos investimentos previstos da E.P.

Câmara manifesta desagrado quanto aos investimentos previstos da E.P.

Classifique esta informação
(1 Vote)

O Conselho de Administração da Estradas de Portugal aprovou, recentemente, o Plano de Investimentos 2015-2020 e o Plano de Proximidade 2015-2019. O presidente da Câmara de Cinfães manifestou, em reunião camarária, preocupação e desagrado quanto aos investimentos contemplados para o Concelho.

“Apesar de nesses documentos estarem inscritos alguns investimentos do nosso interesse, os mesmos não refletem convenientemente as necessidades do Concelho” defende Armando Mourisco, explicando que “estes documentos suscitam algumas dúvidas que urge vermos esclarecidas, bem como a calendarização desses investimentos mostra-se claramente tardia”. Razões pelas quais, o autarca de Cinfães propôs ao executivo a aprovação de um documento e envio do mesmo e a solicitação de uma reunião ao secretário de Estado dos Transportes, Infraestruturas e Comunicações, com conhecimento ao Instituto de Estradas de Portugal e ao Primeiro-Ministro.

Para o presidente do Município é urgente esclarecer alguns assuntos, nomeadamente “a ligação de Cinfães à A4, via construção da variante entre Quintã e Mesquinhata (Marco e Baião), prevista com 4 milhões de euros e ano de lançamento 2018 (principio do ano ou fim do ano?) e que não reflete a requalificação das vias municipais e nacionais até à Barragem de Carrapatelo”, afirma Armando Mourisco, acrescentando “assim como o investimento previsto na EN 225, mas sem um único metro no concelho de Cinfães (só previsto no concelho de Castro Daire) estando essa via tão degradada nas freguesias de Nespereira e Travanca; e o IC 35, ligação Entre-os Rios a Penafiel, prevista no Plano Estratégico PETI3+ com a dotação de 13 milhões de euros (quando começa e qual o troço inicial?) ”.

No documento aprovado, por unanimidade, em reunião de Câmara, o edil cinfanense reitera que “há mais de duas décadas que Cinfães reclama melhoria das acessibilidades para o exterior”, sublinhando “pese o trabalho que, até à data, todos os executivos camarários têm desenvolvido, da parte do Poder Central não existem respostas satisfatórias. Este fato tem representado um entrave fundamental ao desenvolvimento económico, financeiro e social do Concelho”.

Armando Mourisco reforça ainda que “durante todo o último ano, o executivo municipal, em parceria com a comunidade intermunicipal do Tâmega-Sousa, desenvolveu esforços para ver satisfeitas as necessidades de Cinfães no que diz respeito às acessibilidades, junto das mais diversas entidades- Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte, Instituto de Estradas de Portugal, Secretaria de Estado e outros membros do Governo”, mencionando que “aquando das visitas de diversos membros do governo a Cinfães, desde Secretários de Estado ao Sr. Ministro da Administração Interna - Dr. Miguel Macedo e ao Sr. Ministro do Desenvolvimento Regional – Dr. Poiares Maduro, e acima de tudo a S.Exª. o Sr. Primeiro-Ministro Dr. Passos Coelho, o Presidente da Câmara argumentou e vincou a necessidade da construção de melhores acessibilidades”.

Você está aqui:Economia»Câmara manifesta desagrado quanto aos investimentos previstos da E.P.

Contactos

MORADA
Câmara Municipal de Cinfães - Paços do Concelho
4690-030 - Cinfães

TELEFONE: Geral - 255 560 560

HORÁRIO: 09h:00 - 17h:00

SÍTIO: www.cm-cinfaes.pt

EMAIL: geral@cm-cinfaes.pt