Logo
Imprimir esta página

Cinfães integra rede intermunicipal de apoio a vítimas de violência doméstica

Cinfães integra rede intermunicipal de apoio a vítimas de violência doméstica
Classifique esta informação
(0 votos)

Cinfães passa a integrar uma rede de estruturas de atendimento e apoio às vítimas de violência doméstica. O presidente da Câmara assinou, esta manhã, o Protocolo para a Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica no Tâmega e Sousa. A cerimónia que decorreu na sede da CIM do Tâmega e Sousa, em Penafiel foi presidida pela ministra de Estado e da  Presidência, Mariana Vieira da Silva, acompanhada pela Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro.

A coordenação desta rede estará a cargo da CIM do Tâmega e Sousa, que em articulação com as restantes estruturas e respostas da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, passa a ter competência para definir ações ou projetos de prevenção e combate à violência contra as mulheres e à violência doméstica e de proteção e assistência das suas vítimas, que contribuam para a prossecução da igualdade e da não discriminação.

Através deste protocolo pretende-se criar e potenciar a rede local de parcerias e melhorar a resposta de prevenção, proteção e combate à violência contra as mulheres e à violência doméstica, no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 – Portugal + Igual e respetivo plano de ação para a prevenção e o combate à violência contra as mulheres e à violência doméstica 2018-2021, em articulação com o plano de ação para a igualdade entre mulheres e homens 2018-2021 e o plano de ação para o combate à discriminação em razão da orientação sexual, identidade e expressão de género, e características sexuais 2018-2021.

O Município de Cinfães, assim como os restantes municípios subscritores do acordo, compromete-se, ainda, a assegurar no seu território o encaminhamento rápido de todas as situações de violência contra as mulheres e violência doméstica para as entidades competentes.

P&T