Município

A+ A A-

Incêndios Florestais em Cinfães

Classifique esta informação
(3 votos)

O autarca de Cinfães pede à GNR e à Polícia Judiciária que intensifique esforços no  sentido de identificar e deter os autores dos incêndios criminosos que nos últimos dias ocorrem no Concelho.

Armando Mourisco afirma que, os trabalhos desenvolvidos pela câmara municipal, pelas equipas de sapadores florestais e bombeiros voluntários durante o ano, que as centenas de milhares de euros investidos na limpeza das faixas de combustível, nas queimas a pedido, nos inúmeros hectares de fogo controlado realizados, caiem em "saco roto" devido a ações criminosas, referindo-se aos incêndios que começam à noite e de madrugada sem causas para o facto.

Os esforços de vigilância por parte da GNR e de investigação pela PJ vão intensificar-se e estender-se por todo o Concelho e durante as 24 horas do dia.

O autarca apela ainda às pessoas que tenha conhecimento de movimentos suspeitos que transmitam às autoridades e que se mantenham alerta.