Município

A+ A A-

Proteção Civil Municipal de Cinfães Comunicado - COVID 19 - 17/11/2020, 16h00

Classifique esta informação
(4 votos)

Relativamente à evolução do COVID 19 em Cinfães, à data de hoje e a esta hora partilha-se informação dos dados que possuímos:

- Total de casos: 814 casos.
- Casos ativos: 295 no total.
- Curados: 501 no total.
- Óbitos totais: desde o início da pandemia e até à data de hoje, lamentam-se um total de 18 óbitos.

Os dados incluem os surtos ativos no lar S. Sebastião, no lar da Associação de Solidariedade de Nespereira e Unidade de Cuidados Continuados.

Lar S. Sebastião:

- Total de 26 utentes infetados, 6 internados em meio hospitalar e 20 a recuperar no lar.
- Lamenta-se mais 3 óbitos em meio hospitalar (6 no total).
- Total de 17 funcionários positivo e recuperam no domicilio. 

Unidade de Cuidado Continuados:

- Total de 13 casos ativos no grupo de 28 utentes.
- Lamenta-se 1 óbito registado em meio hospitalar.
- Total de 4 casos positivos no grupo de 37 funcionários.

Lar de Nespereira:

- Total de 24 casos ativos no grupo de 45 utentes.
- Total de 8 casos positivos no grupo de 44 funcionários (instituição e outsourcing).

Comunica-se também que, os serviços municipais, desde a declaração de contingência dos 121 concelhos dos quais Cinfães está incluído, encontra-se em serviço de teletrabalho assim como com desfasamento de horário, de forma a evitar contactos e diminuir o risco de contágio. Mesmo assim, e naturalmente, como em qualquer empresa, instituição ou família, o município não se encontra imune à transmissão do vírus, existindo atualmente 4 casos positivos, 2 dos serviços externos e 2 internos. Encontram-se bem e a recuperar no domicílio.

A todos os infetados e em isolamento profilático devido ao COVID 19, assim como todos os doentes por outras causas, a recuperar em domicílio ou meio hospitalar, remete-se os votos de completa e rápida recuperação.

Em relação aos óbitos remete-se a solidariedade, fraternidade e condolências à família.

O combate a esta pandemia depende do contributo de todos nós, nomeadamente do cumprimento das medidas de prevenção.

Reforça-se, pois, mais uma vez, o apelo ao cumprimento das orientações da Direção Geral de Saúde. Higienize as mãos, mantenha o distanciamento social, não partilhe objetos e use a máscara.

Todos sabemos que a qualquer momento e em qualquer lugar pode-se iniciar novas fontes de contágio, sejamos, pois, todos agentes da saúde pública e cumpramos todas as normas e medidas preventivas.